We’re in the mood for a little Q&A. Think you can keep up?
Your responses are anonymous and not associated with your Grindr account
Choose as many as you like
Choose as many as you like
Finding others who fit your search, hang tight...
Oops! Something went wrong while submitting the form

11 Dos Melhores Filmes Gays de Todos os Tempos

Desde filmes gays legais até poderosos documentários trans, nossa seleção dos melhores filmes LGBTQ vai fazer você rir, chorar e se sentir representado.
Grindr
&
Editorial team
February 15, 2024
April 16, 2024
7
min. read
Table of Contents

O cinema queer realmente se destacou em termos de qualidade nos últimos anos. Mas isso não muda o fato de que alguns dos melhores filmes gays foram lançados há mais de meio século. Em nenhuma ordem específica, temos aqui uma lista não exaustiva de alguns dos nossos filmes LGBTQ preferidos que, com sorte, farão você rir, chorar e - se for o caso - se sentir representado.

Seja em busca de comédia, drama, tragédia ou educação, adicionar esses filmes à sua biblioteca LGBTQ vai satisfazer seu desejo por um cinema inesquecível.

1. Perdidos na Noite

Perdidos na Noite foi lançado em 1969, no mesmo ano das revoltas de Stonewall que ainda comemoramos durante o Mês do Orgulho. Jon Voight interpreta Joe Buck, um cowboy do Texas que se muda para Nova York para se tornar um gigolô. Joe faz amizade com um vigarista desonesto, Ratso Rizzo (interpretado por Dustin Hoffman), e os dois desenvolvem um vínculo emocional profundo com fortes conotações queer.

Dirigido pelo cineasta britânico John Schlesinger e filmado em Nova York, o filme ganhou o prêmio BAFTA de Melhor Filme e a Palma de Ouro em Cannes em 1969 antes de levar para casa três Oscars em 1970.

2. Nunca Fui Santa

Natasha Lyonne interpreta Megan Bloomfield, uma líder de torcida do ensino médio enviada para um acampamento de conversão para "curar" sua lesbianidade. O filme oferece uma crítica satírica à terapia de conversão, usando humor para destacar a nocividade desses programas prejudiciais. A inteligência, visual e representação positiva de personagens queer deste filme gay garantem seu lugar como um clássico cult no cinema LGBTQ.

Dirigido por Jamie Babbit e filmado em Los Angeles, o filme ganhou o Prêmio de Realização Artística no Festival Internacional de Cinema Gay e Lésbico de Filadélfia de 2000 e o Prêmio do Público de Melhor Filme no Festival de Cinema Gay e Lésbico de Miami de 2000. Também foi indicado para vários outros prêmios em festivais de cinema LGBTQ e independentes.

3. Paris Is Burning

Este  imperdível filme LGTB documenta as vidas das comunidades queer negras e latinas de Nova York, e a cultura do baile que serviu como resposta à homofobia e transfobia desenfreadas que drag queens e pessoas transgênero enfrentaram na década de 1980.

Dirigido por Jennie Livingston e filmado em Nova York, Paris Is Burning recebeu atenção significativa após vencer o Grande Prêmio do Júri de Documentário em Sundance em 1991. Também levou para casa o prêmio de Melhor Documentário no Festival Internacional de Cinema de Berlim e o Teddy Award de Melhor Documentário no Berlinale no mesmo ano.

4. God’s Own Country

O God’s Own Country explora a identidade queer e os desafios enfrentados por pessoas queer em ambientes rurais. Segue Johnny Saxby, um jovem fazendeiro na Inglaterra, que se apaixona por Gheorghe, um trabalhador migrante da Romênia. Este filme gay oferece uma representação sutil de um romance entre pessoas do mesmo sexo, abordando as lutas enfrentadas por muitas pessoas gays ao confrontar sua sexualidade e buscar aceitação de si mesmas e da sua comunidade.

Francis Lee dirigiu O God’s Own Country em locações em Yorkshire, Inglaterra. Em 2017, o filme ganhou o Prêmio de Direção Mundial de Cinema em Sundance e o Prêmio Michael Powell de Melhor Filme Britânico no Festival Internacional de Cinema de Edimburgo.

5. Minha Adorável Lavanderia

Em Minha Adorável Lavanderia , um jovem britânico-paquistanês chamado Omar se envolve romanticamente com Johnny (interpretado por Daniel Day-Lewis), um ex-punk que ele contratou para ajudá-lo a revitalizar uma lavanderia decadente. Lançado em 1985, este filme foi um dos primeiros a retratar um relacionamento entre pessoas do mesmo sexo de maneira positiva e realista, oferecendo uma exploração inovadora dos desafios enfrentados por homens gays dentro de um cenário racial e culturalmente complexo.

Stephen Frears dirigiu Minha Adorável Lavanderia, que foi filmado em Londres. O filme varreu o circuito de premiações em 1986, recebendo várias indicações ao BAFTA e levando para casa o Oscar de Melhor Roteiro, o Teddy Award de Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de Berlim e o prêmio de Melhor Roteiro no Evening Standard British Film Awards. 

6. Felizes Juntos

Filmado em Buenos Aires, Felizes Juntos explora a complexa relação entre Ho Po-wing e Lai Yiu-fai, dois homens gays de Hong Kong. A narrativa poética e evocativa do filme retrata lindamente os desafios enfrentados por pessoas queer dentro das culturas de Hong Kong e Argentina.

O trabalho do renomado cineasta de Hong Kong Wong Kar-wai em Felizes Juntos lhe rendeu o Prêmio de Melhor Diretor do Hong Kong Film Award e o Prêmio de Melhor Diretor em Cannes. O ator Tony Leung Chiu-wai ganhou o Prêmio de Melhor Ator em Cannes, bem como o Prêmio Golden Horse de Melhor Ator, um dos prêmios mais prestigiados no cinema de língua chinesa.

7. Carol

Ambientado na década de 1950, Carol segue Carol Aird, uma dona de casa de classe alta interpretada por Cate Blanchett, que se apaixona por Thérese, uma jovem balconista interpretada por Rooney Mara. Com a ícone queer Sarah Paulson completando o elenco de estrelas, Carol oferece uma representação cativante da beleza e dos desafios de um relacionamento lésbico em uma época em que a homossexualidade era incrivelmente estigmatizada.

O cineasta gay americano Todd Haynes filmou o filme principalmente em Cincinnati e Nova York. Carol recebeu tantas indicações a prêmios que é difícil contar, e ganhou várias categorias no Independent Spirit Awards. Também levou para casa a Palma Queer em Cannes, um prêmio que homenageia temas e filmes LGBTQ.

8. Moonlight: Sob a Luz do Luar

A vivência queer é especialmente difícil de lidar dentro de comunidades marginalizadas, um tema abordado de frente em Moonlight, que segue um jovem negro chamado Chiron que se apaixona por Kevin, seu melhor amigo de infância.

Filmado em Miami, Moonlight recebeu aclamação da crítica, tornando-se o primeiro filme com um elenco totalmente negro a ganhar o Oscar de Melhor Filme. O diretor Barry Jenkins ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, e Mahershala Ali foi o primeiro ator muçulmano a ganhar um Oscar por seu papel como Juan, o traficante de drogas que serviu como uma figura paterna improvável para Chiron.

9. Me Chame Pelo Seu Nome

Ambientado no norte da Itália na década de 1980, Me Chame Pelo Seu Nome segue o despertar sexual do jovem Elio Perlman (interpretado por Timothée Chalamet) enquanto ele se apaixona pelo aluno de pós-graduação de seu pai, Oliver (interpretado por Armie Hammer). Esta história de amor e amadurecimento recebeu críticas por romantizar um relacionamento sexual entre um homem mais velho e um menor, mas sua representação do amor adolescente e aceitação ajudou a levar o cinema queer ao mainstream.

O Independent Spirit Awards homenageou Luca Guadagnino com o prêmio de Melhor Diretor e Timothée Chalamet com Melhor Ator. A adaptação cinematográfica do livro de mesmo nome foi homenageada no Oscar e no Critics’ Choice Awards. O filme também ganhou o GLAAD Media Award de Melhor Filme - Lançamento Amplo.

10. Filadélfia

Diferentemente dos outros filmes desta lista, Filadélfia não é uma história de amor gay, focado ao em vez disso nos desafios legais e sociais enfrentados por Andrew Beckett (interpretado por Tom Hanks), um advogado gay que se une a Joe Miller, um advogado negro interpretado por Denzel Washington, para trazer um caso de discriminação por AIDS contra o escritório de advocacia que demitiu injustamente Beckett.

Filadélfia foi um dos primeiros filmes de Hollywood a destacar a homofobia e a epidemia de AIDS no cinema mainstream. O diretor Jonathan Demme filmou o filme em locações na Filadélfia, e o filme ganhou vários prêmios prestigiosos, incluindo o Oscar de Melhor Canção Original para "Streets of Philadelphia" de Bruce Springsteen.

11. A Gaiola das Loucas

Ambientado em South Beach, Miami, A Gaiola das Loucas é um remake americano da comédia francesa La Cage aux Folles. O filme é estrelado por Robin Williams como Armand Goldman, o dono abertamente gay de um clube de drag chamado A Gaiola das Loucas, e seu parceiro, Albert (interpretado por Nathan Lane), cuja persona de drag, Starina, é a principal atração do clube.

Esta comédia clássica trouxe a cultura drag e uma representação LGBTQ positiva para o mainstream vários anos antes de Nathan Lane se assumir gay. O diretor Mike Nichols filmou o filme em Miami, e recebeu várias indicações ao Globo de Ouro e o prêmio do Screen Actors Guild de Performance Destaque por um Elenco em um Filme.

Menções Honrosas

Nos chame de exigentes, mas limitar essa lista a 10 é muito pouco. Aqui estão, também em nenhuma ordem específica, 10 filmes queer adicionais imperdíveis para sua consideração:

  • Hedwig - Rock, Amor e Traição
  • Priscilla, a Rainha do Deserto
  • A Garota Dinamarquesa
  • O Segredo de Brokeback Mountain
  • Meninos Não Choram
  • Milk
  • Má Educação
  • Garotos de Programa
  • Delicada Atração
  • Para Wong Foo, Obrigada por Tudo! Julie Newmar

Encontre seu parceiro para uma noite de cinema

A noite de cinema é uma ótima primeira opção de encontro. Baixe o aplicativo Grindr para iOS ou Android para começar a procurar seu parceiro para maratonar. Você também pode navegar na Grindr Web, o mesmo Grindr que você conhece e ama, agora disponível em seu laptop ou desktop sem a necessidade de download.

{{video-inline-cta}}

Share this article

Find & Meet Yours

Get 0 feet away from the queer world around you.
Thank you! Your phone number has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
We’ll text you a link to download the app for free.
Table of Contents
Share this article
“A great way to meet up and make new friends.”
- Google Play Store review
Thank you! Your phone number has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
We’ll text you a link to download the app for free.
“A great way to meet up and make new friends.”
- Google Play Store review
Discover, navigate, and get zero feet away from the queer world around you.
Already have an account? Login

Browse bigger, chat faster.

Find friends, dates, hookups, and more

Featured articles

Related articles

Find & Meet Yours

4.6 · 259.4k Raiting